A valsa de 15 anos é sim um dos momentos mais tradicionais da festa de debutante, mas será que mesmo em tempos atuais ela ainda se faz necessário?

Ah os meus 15 anos, saudades? Sim, muitas, mas quando se fala em festa de 15 anos, ou festa de debutante, o que te vem a cabeça? 

A valsa? Talvez, para muitos sim, a valsa é um rito que não pode faltar em uma festa de debutante. 

Mas será que você futura debutante, sabe o significado da valsa? 

No início, a valsa era uma das danças de salão mais antigas e tradicionais que existiam, inclusive chegando em certo período a ser considerada proibida. 

Segundo estudos, a criação da valsa se deu a partir de danças folclóricas e camponesas na Europa antiga, mais precisamente na França, Alemanha e Áustria. 

A própria festa de 15 anos, é uma antiga tradição, onde era organizado um baile para que a menina pudesse ser apresentada a sociedade, assim que completasse seus 15 anos. 

Essa celebração marcava a passagem da fase infantil para a fase “adulta” da garota. 

Nesta celebração a debutante primeiramente dança com o seu pai, depois com 15 casais da mesma idade que eram convidados da própria debutante. E por fim ela dança com o “príncipe”. 

Muito por conta da modernidade e das novas opções, a valsa de 15 anos perdeu um pouco sua força, devido às novas danças e músicas do momento. 

Mas é importante frisar, mesmo sendo uma tradição, onde a debutante dança apenas com o pai, a menina pode sim dançar com outras pessoas da família como a sua mãe, irmã, tia, avó e etc. 

Lembre-se, a festa é um momento todo seu. Nao existe regras restritivas, o importante é você estar feliz e curtir este momento especial da sua vida. 

Aproveite! 

Compartilhe:

 

Deixe um comentário